(Actualizada)

A Qimonda Portugal vai reduzir para mil o número de trabalhadores, mantendo apenas em funções uma equipa de 200 funcionários. Os contratos de trabalho dos restantes 800 trabalhadores será suspenso durante seis meses.

O conjunto de medidas é dado a conhecer num comunicado enviado à imprensa e visa permitir à empresa continuar à procura de novas soluções para o futuro.

Entre as medidas divulgadas está a redução do número de postos de trabalho para cerca de mil, que será feita através da cessação de contratos, nomeadamente entre os contratados a termo.

Será ainda mantida uma equipa de cerca de 200 pessoas cuja função será a manutenção da operacionalidade da empresa e a procura de novas soluções para a Qimonda, e ainda a suspensão, durante seis meses, dos contratos de 800 trabalhadores, que possam "vir a ser necessários numa solução de viabilização da empresa".

Os trabalhadores tinham encontro marcado esta terça-feira às 7:00h, para se reunirem com os chefes de secção e com a direcção da unidade, estando já previsto que deveriam ser dispensados os funcionários com contratos a termo, cerca de 400 pessoas.

Nota de redacção: A notícia foi actualizada com informação veiculada pela Qimonda à imprensa após a reunião entre a direcção da empresa em Portugal e os trabalhadores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.