A medida insere-se na já anunciada estratégia de emagrecimento das unidades de negócio a fim de ganhar mais eficiência, a mesma que recentemente serviu para a companhia anunciar despedimentos. Agora, a AMD aceitou a proposta de 65 milhões de dólares da Qualcomm e passou para as mãos da empresa americana a sua divisão de chips para dispositivos móveis.

A venda da unidade deixa a principal concorrente da Intel mais livre para se concentrar no mercado de processadores x86. Já a Qualcomm ganha com o negócio a possibilidade de melhorar as capacidades multimédia dos seus produtos, graças à nova unidade de produção e à integração dos recursos humanos que a AMD empregava nesta área.

Em comunicado, as empresas adiantam que o acordo foi assinado no passado dia 19 de Janeiro e já foi aprovado pelos reguladores do mercado americano, de onde são originárias as duas companhias.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.