Lembra-se quando o Sport Billy metia a mão no seu saco de desporto e retirava todo o tipo de acessórios instantaneamente para a prática da modalidade? A solução da startup Ready2Start é uma pequena caixa de cartão, mas no seu interior está um negócio, pronto a ser montado. Considerando-se a primeira empresa que disponibiliza “negócios” prontos a lançar, eliminando os principais obstáculos que surgem às pessoas quando querem abrir o seu negócio, num processo que a Ready2Start garante ser 50 vezes mais rápido e 10 vezes mais económico para as pessoas.

A Ready2Start é a concretização de um projeto matutado por António Lucena de Faria há mais de uma década, juntamente com Martim Caldeira, que teve o seu lançamento oficial no primeiro dia do Web Summit. Atualmente com quatro pessoas, a Ready2Start pretende tornar a vida dos seus clientes mais simples, rápida e com menos riscos associados na hora de abrir o seu negócio.

Uma caixa cheia de “vacinas antiburocráticas”

A empresa parece ter encontrado a "solução mágica", depositada na caixinha, para os infindáveis combates à burocracia e o tempo que chega a arrastar-se por semanas e meses até o processo ficar concluído, assim como as despesas associadas. Mas como?

“A Ready2Start foca-se, com pequenas exceções, no desenvolvimento de pequenos negócios, que não exigem grandes investimentos iniciais, de modo a que qualquer pessoa consiga usufruir da experiência”, responde Sara Aguiar, CMO da Ready2Start em entrevista ao SAPO TEK. Futuramente, a empresa pretende desenvolver soluções de negócio que sejam transversais a qualquer sector da atividade.

Sara Aguiar, CMO da Ready2Start
Sara Aguiar, CMO da Ready2Start

Antes de ser lançado, o serviço foi testado em 10 sectores de atividade, mas devido ao seu muito recém-lançamento oficial, estes não foram ainda implementados oficialmente. A Ready2Start explica que o processo é contínuo e o sucesso é determinado (no conceito e execução) pelo próprio dono do negócio. A empresa decidiu não conduzir o catálogo de negócios por setores de atividade nesta primeira fase, por quererem disponibilizar negócios com maior grau de interesse segundo os testes de mercado que têm desenvolvido, independentemente do seu setor comercial.

Para instrutores, floristas ou youtubers…

Como exemplos de negócios, a empresa refere o gestor de alojamento local, consultor de marketing digital ou consultor imobiliário nos testes realizados com sucesso durante a fase de “beta testing” do produto. Mas no site oficial pode verificar que poderá “adquirir” quase 30 negócios, muitos deles vocacionados a pequenas atividades artesanais, como confeção de bolos, joalharia, floristas ou cervejas, a outros como tradutor, professor de ioga, personal trainer, explicador e até youtuber…

A Ready2Start não presta serviços de consultoria ou aconselhamento, sendo a sua fonte de rendimento a venda dos negócios listados na “caixa”. Este pacote inclui tudo o que necessita para abrir um negócio, que será depois complementada com uma subscrição na plataforma Ready2Start que permite aos seus clientes fazerem a operação legal dos seus negócios sem a necessidade de criar uma empresa. Posteriormente, poderão adquirir um pacote de upgrade desses negócios para uma empresa independente, como explica Sara Aguiar.

Os clientes interessados devem escolher os negócios listados na Ready2Start, custando cada um 995 euros (contra os cerca de 10.000 euros que a empresa refere como necessários, na via tradicional). A empresa refere que demora cerca de duas semanas a entregar a caixa, mas logo após a conclusão do registo, os clientes começam a receber conteúdos específicos do seu negócio para se prepararem.

No interior da caixa Ready2Start vai poder encontrar os manuais de instruções, um plano de marketing com ferramentas e análise da concorrência, o acesso à plataforma que permite emitir faturas e gerir clientes, e outros elementos essenciais para o negócio.

Negócios sem ter empresa

Para ultrapassar as dores de cabeça e o tempo que se perde com a burocracia inerente à abertura de uma empresa, a solução da Ready2Start passa por… os clientes não abrirem empresa. “A Ready2Start ultrapassou por completo a necessidade de criar uma empresa para poder desenvolver um negócio. Permitimos que os nossos clientes faturem através da nossa plataforma. Assim, todos os recebimentos do negócio são direcionados para uma conta bancária Ready2Start dedicada ao negócio para que o processamento contabilístico e pagamento de impostos sobre os mesmos sejam tratado pela nossa empresa”, explica Sara Aguiar.

As faturas processadas no respetivo negócio são enviadas para os utilizadores da plataforma, com o NIPC da Ready2Start, para que possam enviá-las para os seus clientes. Outro aspeto que a empresa salienta como vantagem é a possibilidade de as pessoas manterem o seu emprego atual, não correndo riscos, dedicando apenas algumas horas semanais ao seu negócio. Dessa forma, “o empreendedor pode testar as suas capacidades empresariais antes de se comprometer com a abertura de uma empresa”, acrescenta a executiva, salientando que a caixa contém materiais e conteúdos, assim como presença online configurada e comunicação do branding desenvolvido, prometendo de igual forma um rápido serviço de apoio ao cliente.

No entanto, a startup ressalva que vende negócios e não empresas, alegando que os dois conceitos têm vindo a ser utilizados como sinónimos, mas na realidade não têm de ser. Assim, o seu conceito parte de o pressuposto das pessoas terem o seu negócio sem ter uma empresa e faturarem através desta plataforma. Mas como já referido, os clientes podem mais tarde, no desenrolar bem-sucedido do seu negócio, adquirir o serviço de upgrade para migrar a sua conta para uma empresa independente.

Tendo arrancado oficialmente durante o Web Summit, a startup fez parte do programa Alpha, servindo de rampa de divulgação. Sara Aguiar destaca a recolha do feedback sobre o seu produto, para além dos contactos estabelecidos com potenciais clientes, parceiros e investidores, a nível nacional e internacional.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.