Carly Fiorina, directora executiva da nova Hewlett-Packard comunicou na passada segunda feira, dia 4 de Junho, o calendário definido pela empresa para a redução de efectivos até 2003, que deverão abranger 15 mil funcionários até 2003. As demissões deverão atingir também a subsidiária da empresa no nosso país, tendo a HP Portugal confirmado à agência Reuters que foram já dispensados uma dezena de funcionários da antiga Compaq Portugal e que em breve as reduções vão abranger também funcionários da HP.



De acordo com os dados de uma notícia do Público, que cita a agência Reuters, os funcionários dispensados até ao momento eram provenientes da Compaq Portugal e tinham contratos a prazo, estando na mesma situação os trabalhadores da HP que irão ser demitidos.



A fusão entre a HP e a Compaq foi anunciada em 4 de Setembro de 2001 mas só foi oficializada a 7 de Maio, depois de passar por um complicado e controverso processo de aprovações do lado das duas empresas e das entidades reguladoras.



Dias depois da junção oficial das duas empresas em termos internacionais, a HP Portugal tornou pública a sua nova estrutura organizativa, com a assimilação de quadros dirigentes e funcionários das duas empresas. Em comunicado a HP Portugal revelava que a empresa iria integrar 375 empregados, 215 pertencentes à Compaq e 160 à HP.



O TeK contactou responsáveis da nova HP Portugal para obter mais detalhes sobre esta notícia mas estes não estavam imediatamente disponíveis para comentar.

Notícias Relacionadas:

2002-06-04 - Fusão entre HP e Compaq avaliada na apresentação de resultados

2002-05-14 - HP Portugal apresenta nova estrutura organizativa

2002-05-08 - Primeiro dia da Hewlett-Packard pós-fusão com novos dirigentes e estratégia

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.