Mais uma vez a Apple apresentou ontem, ao final da noite em Portugal, resultados financeiros positivos, com aumento de lucro e de margem bruta, mas que não estiveram à altura das expectativas dos analistas. Depois da apresentação de resultados os títulos em bolsa registaram quebras acima dos 5%.

Esta é a segunda vez desde 2003 que a empresa não consegue cumprir as projeções definidas pelos analistas – embora estivessem dentro dos valores apontados como metas pela própria Apple - , e a culpa é do abrandamento das vendas do iPhone, com o mercado já à espera de um novo modelo e afetado pela conjuntura económica.

Os resultados correspondem ao terceiro trimestre fiscal de 2012 da Apple, que terminou a 30 de Junho, registando 35 mil milhões de dólares de receitas e um lucro liquido de 8,8 mil milhões de dólares, o que corresponde a 9,32 dólares por ação diluída. Todos os números apresentam crescimento face ao mesmo trimestre de 2011, incluindo a margem bruta que foi de 42,8%, comparado com os 41,7 % do ano anterior.

O iPhone, o produto estrela da empresa, conseguiu vendas de 26 milhões de unidades, num aumento de 28% face ao conseguido no ano passado, mas abaixo das previsões dos analistas que esperavam números na ordem dos 29 milhões. As vendas do iPad tiveram um aumento mais significativo, subindo 84% para as 17milhões de unidades, mostrando o interesse pela nova versão apresentada em Março.

Numa conference cal os executivos da Apple referiram a conjuntura económica difícil na Europa, Austrália e Brasil como uma das justificações para o abrandamento das vendas do iPhone, mas admitiram que os rumores sobre o lançamento próximo do iPhone 5 também têm um efeito negativo, adiando as decisões de compra.

E apesar dos valores recorde de vendas do iPad, este ainda está longe de garantir a importância (e o peso) que o iPhone tem nas receitas e lucros da Apple, já que o smartphone foi responsável por 46% das receitas neste trimestre e 60% dos lucros, calculam os analistas.

Ficou ainda a promessa de que a nova versão do MacOS, o Mountain Lion, vai ser disponibilizada hoje e que no Outono haverá uma nova versão do sistema operativo móvel, o iOS 6.
Resta ainda referir as vendas dos computadores Mac, que aumentaram apenas 2% para os 4 milhões de unidades. Os iPods continuam a perder em número, tendo sido vendidos 6,8 milhões de leitores de música, numa quebra de 10% face ao ano anterior.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Fátima Caçador

Nota da Redação: Foi corrigida uma gralha no último parágrafo.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.