A luta pelo maior protagonismo no mercado móvel continua, com a Samsung a anunciar o reforço do seu "portfólio" através da compra da norte-americana mSpot, uma start-up que oferece soluções de streaming na nuvem, para conteúdos vídeo e áudio.

A fabricante sul-coreana considera que a nova aquisição contribuirá para aumentar a sua influência no terreno da chamada "computação na nuvem" e desenvolver os seus serviços de entretenimento para dispositivos móveis "com o objetivo de chegar a um mercado mais amplo", refere num comunicado.

Com sede em Palo Alto, na Califórnia, Estados Unidos, a mSpot oferece música, filmes e conteúdos rádio armazenados na nuvem a utilizadores de telemóveis, contavando com os principais operadores norte-americanos de telecomunicações entre os seus clientes.

Sem revelar os dados financeiros do negócio, a Samsung informou que adquiriu a totalidade da tecnologia da mSpot, assim como os ativos e a equipa de funcionários.

De qualquer forma, a imprensa internacional fala de um valor que deverá estar próximo dos 10.000 milhões de wons, qualquer coisa como 6,73 milhões de euros.

Com a integração dos serviços da mSpot nos seus dispositivos, a Samsung passa a ter "resposta mais direta" para a iCloud da Apple. Ao mesmo tempo, a empresa sul-coreana passa a oferecer uma alternativa ao Google Play, aos utilizadores dos seus dispositivos Android.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Patrícia Calé

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.