Quem se queixa das semelhanças é a britânica Sky, que também já tinha desencadeado a alteração de nome do serviço de armazenamento online SkyDrive para OneDrive, no âmbito de um processo que atravessou a última década.



O tribunal que apreciou o caso (o Tribunal Geral da União Europeia, uma das estruturas associadas ao Tribunal Europeu de Justiça) concorda e defende na decisão revelada esta terça-feira que o nome e logo das duas marcas são muito parecidos e podem gerar confusão nos consumidores.



A Sky é o maior operador britânico de serviços de televisão por subscrição do Reino Unido, mas também presta serviços noutros países europeus, como Itália e Alemanha. Ganhou um round anterior do processo contra a Microsoft (relativo ao SkyDrive) graças ao mesmo argumento das semelhanças entre as duas designações).



Por enquanto a decisão judicial não é definitiva já que é ainda passível de recurso e a Microsoft já garantiu que vai usar essa possibilidade. Numa declaração a empresa também sublinha que a decisão atual não exige que a empresa altere o nome a qualquer produto.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.