No seu primeiro trimestre fiscal, a BlackBerry alcançou receitas de 658 milhões de dólares e prejuízos de 28 milhões, valores que em ambos os casos ficaram abaixo das previsões dos analistas.

As estimativas apontavam para receitas de 679 milhões de dólares e prejuízos de 19,5 milhões de dólares, neste primeiro trimestre fiscal da fabricante canadiana, que começou em março.

O ponto central na estratégia de reestruturação do negócio da Blackberry passa por manter a aposta no hardware, mas recentrar o negócio nas soluções empresariais e serviços.

Estas áreas de aposta (com destaque para o licenciamento e serviços) no período em análise cresceram 150%, para valerem 137 milhões de dólares. Os revelados pela empresa também mostram que os serviços representaram 38% do negócio da BlackBerry no trimestre, enquanto o licenciamento de software e tecnologia pesou 21%. No período a empresa conseguiu 2.600 novos contratos com clientes empresariais, que vêm de diferentes sistemas operativos móveis.

O hardware representou 40% do negócio, com 1,1 milhões de dispositivos vendidos, a um preço médio de 240 dólares.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.