A startup eSolidar, que propõe formas alternativas de angariação de fundos para as organizações sem fins lucrativos, vai lançar uma criptomoeda numa ICO (Oferta Inicial de Moeda), destinada a apoiar causas solidárias e cujo valor aumentará sempre que for usada.

Desta forma, a eSolidar pretende garantir que as doações são recebidas e usadas de uma forma correta.

“Doadores, instituições de solidariedade, causas e projetos irão beneficiar muito dos serviços possibilitados através da tecnologia blockchain”, acredita o número 1 da eSolidar, Marco Barbosa. O CEO considera que a plataforma de angariação de fundos pode beneficiar de uma “interface fácil de usar”, que conecte a comunidade.

A startup portuguesa concluiu a sua segunda campanha de financiamento na Seedrs, através da qual conseguiu obter 150 mil euros em troca de 4,6% do capital. Com este processo, a empresa ficou avaliada em 3,12 milhões de euros.

Durante os próximos dias a campanha continuará ativa, segundo um comunicado das empresas, sendo que os investidores que participaram nesta última campanha de crowdfunding vão ter acesso privilegiado à moeda, com desconto.

Comprar, vender, partilhar e ajudar a mudar o mundo é o mote da eSolidar. A plataforma permite que para cada produto, o vendedor possa definir uma percentagem do valor da venda que está disposto a abdicar em prol de uma causa, representada por uma organização sem fins lucrativos. Quem compra contribui para que esse valor vá para a instituição em causa.

Recentemente, a startup também lançou uma solução de responsabilidade social para empresas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.