(1 de Abril) Steve Jobs, o emblemático líder da Apple acaba de trocar a empresa da maçã pela sua histórica rival, a Microsoft, onde substituirá Steve Balmer, devendo iniciar funções já no próximo mês.

O anúncio surpreendeu a indústria ao final do dia de ontem, depois de vários rumores sobre o estado de Steve Jobs se ter agravado, levando o CEO da Apple a pedir a suspensão das suas funções na empresa.

Afinal, o responsável preparava-se antes para assumir o cargo de director-executivo na gigante de Redmond, actualmente ocupado por Steve Balmer. O "enérgico" CEO da Microsoft irá juntar-se a Bill Gates, uma mudança que representa também uma alteração na orgânica da empresa, que passa a contar com dois presidentes, esperando-se que Steve Balmer, pelo carisma que lhe é reconhecido, assuma um papel mais interventivo que o actual representante.

A decisão estratégica deve-se aos últimos resultados da Microsoft que, apesar do sucesso das vendas do último Windows, continua a precisar de conquistar mercado no segmento dos sistemas operativos para dispositivos móveis e da música, áreas em que Steve Jobs tem provas dadas - para além de todo o mediatismo inerente à medida.

As reacções não se fizeram esperar, com os analistas a especularem mesmo sobre eventuais interesses por parte da Microsoft em investir no desenvolvimento dos seus próprios equipamentos, apostando numa experiência do utilizador diferenciadora - para ultrapassar o fiasco que se revelou o Kin.

A Apple ainda não se pronunciou sobre a "perda" nem em relação a eventuais indemnizações.

Nota da Redacção: Tal como os leitores já notaram, esta é a nossa partida de dia 1 de Abril, saiba porquê aqui.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.