As vendas de dispositivos inteligentes com ligação à Internet, constituídos por desktop PC, portáteis, smartphones e tablets, aumentaram 29,1% durante 2012 em comparação com o ano anterior. Os tablets e os smartphones lideraram o crescimento e contrabalançaram com as perdas registadas pelos outros grupos de dispositivos.

Os tablets cresceram 78,4% ao serem expedidas 128,3 milhões de unidades, e acompanhados pelo aumento de 46,1% registado pelos smartphones, de longe os equipamentos mais populares ao registarem mais de 722 milhões de envios para as cadeias de retalho. Sozinhos, e segundo a IDC, os smartphones representaram 60,1% dos 1,2 mil milhões de smart devices que foram enviados para comercialização durante 2012.

Um dos gestores do programa de monitorização da IDC, Ryan Reith, justificou o aumento do volume de vendas dos tablets em parte pela queda média de 15% nos preços dos equipamentos, tendência que segundo as previsões da consultora vai repetir-se em 2013. Relativamente aos smartphones é esperado que continuem a manter um "ciclo de vida mais curto" baseado nas diferenças de preços, utilização e tamanho médio dos ecrãs.

Os desktop PC e os portáteis perderam 4,1% e 3,4% respetivamente, em comparação ao número de remessas registadas em 2011, mas ainda assim estes grupos conseguiram ter vendas superiores aos tablets. Nestes sectores as quotas de mercado também sofreram quedas significativas no espaço de um ano.

[caption]IDC 2012[/caption]

Relativamente a marcas, a Samsung liderou a expedição mundial de dispositivos inteligentes e com conexão à Internet, ao enviar para o retalho cerca de 250 milhões de equipamentos, o que representa uma evolução positiva de 119,3% relativamente a 2011. A Apple aparece na segunda posição, com 218 milhões de dispositivos comercializados e um crescimento anual de 44,3%.

[caption]IDC 2012[/caption]

Para os analistas da IDC o desempenho das duas tecnológicas e a distância que mantêm para as restantes fabricantes, como a Lenovo, a HP e a Dell - que vendem sobretudo computadores - assenta no forte desempenho que cada uma teve no mercado dos smartphones.

A HP e a Dell baixaram inclusive no número de dispositivos expedidos, por causa das baixas vendas de PC e pela fraca oferta das empresas em tablets e smartphones. Mas as duas tecnológicas estão a tentar inverter a situação: do lado da HP há indícios de desenvolvimento de tablets e smartphones Android, enquanto a Dell faz uma aposta na portabilidade dos computadores com o projeto Ophelia.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.