Segundo o jornal Il Sole 24 a Telefónica está a preparar uma operação de compra da TIM. O objetivo será o de criar um veículo financeiro e avançar com o desmembramento da empresa e repartição com os concorrentes.



A solução seria uma forma de ultrapassar os problemas com o regulador das comunicações que obriga a empresa a medidas que alterem a situação atual, em que esta garante representatividade em dois operadores de telecomunicações brasileiros: a já referida TIM e a Vivo.



A TIM é maioritariamente detida pela Telecom Itália, onde a Telefónica já tinha uma posição acionista que tem vindo a aumentar. Esse aumento criou o problema regulatório no Brasil, obrigando a empresa espanhola a decidir o que quer fazer e mantendo em suspenso a aprovação da saída da Portugal Telecom da Vivo. Recorde-se que a Portugal Telecom dividia a Vivo com a Telefónica em partes iguais. Vendeu a participação e está hoje em processo de fusão com a Oi, que será uma das beneficiadas, se a TIM for desmembrada, já que isso significa menos um concorrente no caminho.



Para a Vivo, da Telefónica, o efeito será o mesmo, tal como para a Claro, a terceira operadora do país, detida pelo grupo de Carlos Slim.



A Telefónica não quis ainda comentar a notícia do jornal italiano, que garante a existência de negociações em fase avançada. A Telecom Itália foi a única que reagiu à notícia, garantindo que a presença no Brasil é estratégica e para manter.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.