As vendas de telemóveis em Portugal caíram 8 por cento no primeiro trimestre do ano, para um total de 1,1 milhões de equipamentos comercializados. Em valor o mercado móvel gerou receitas de 111 milhões de euros, menos 28 por cento que no período homólogo, de acordo com o IDC European Mobile Phone Tracker.



De acordo com os mesmos dados, citados pela Lusa, até final do ano o mercado móvel local irá recuar 13 por cento face ao ano anterior, uma tendência que a IDC explica pela desaceleração do crescimento dos smartphones, pela diminuição das vendas de telefones tradicionais e pelo comportamento tipicamente mais fraco das vendas no período em questão.



Nos primeiros três meses do ano as vendas de smartphones aumentaram 18 por cento. No trimestre anterior tinham crescido 110 por cento. Já no mercado de telemóveis tradicionais a queda nas vendas atingiu os 12 por cento.



A Nokia continua a liderar o mercado português de telemóveis, com uma quota de 36 por cento. A Samsung ocupa a segunda posição da tabela e a Vodafone surge em terceiro lugar. Nos smartphones os dois lugares cimeiros mantêm-se, na terceira posição de vendas surge a Sony Ericsson.



Em comunicado, a IDC explica que no período em análise o preço dos equipamentos móveis no mercado português caiu 21 por cento, face aos mesmos três meses do ano passado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.