A Microsoft anunciou ao final do dia de ontem receitas recorde de 16,37 mil milhões de dólares para o último trimestre do ano 2007. O valor representa um crescimento de 30 por cento face ao mesmo período do ano passado e resulta de um conjunto de factores que permitiram aumentar para níveis de vendas singulares a performance da empresa neste período, superando até as suas próprias expectativas. As previsões internas da empresa, garantiu o responsável financeiro, apontavam para vendas na ordem dos 2 mil milhões.



Terão contribuído para a boa performance no trimestre do Natal um aumento significativo nas vendas do Windows Vista, que permitiram melhorar os lucros nesta área cerca de 20 por cento e atingir vendas de 100 milhões de unidades.



Segundo a Microsoft a melhoria registada nas vendas de software são uma consequência de um bom trimestre também para as vendas de equipamentos e de resultados nas medidas anti-pirataria que têm tentado combater em todo o mundo a utilização de software ilegal.



Na mesma área do software a Microsoft também destaca o crescimento do número de empresas que migraram para licenças de software em volume, uma questão que acaba por estar relacionada com o sucesso da luta anti-pirataria.



A área de consolas e da publicidade online também contribuíram positivamente para os resultados da gigante do software.


Os lucros da empresa neste período atingiram os 4,71 mil milhões de dólares, numa melhoria de 79 por cento face ao registado no mesmo período do ano passado.



Notícias Relacionadas:

2008-01-04 - Xbox 360 fecha 2007 com 17,7 milhões de consolas vendidas

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.