A Vodafone Portugal terminou o ano fiscal com receitas de 1.065 milhões de libras (1.316 milhões de euros à taxa atual), um valor que fica abaixo do apurado no exercício anterior, quando a empresa obteve receitas de 1.101 milhões de libras.



O EBITDA também caiu ligeiramente, para 446 milhões de libras, enquanto o cash flow operacional aumentou em 2 milhões de libras, para 158 milhões. Em todo o mundo a receita da Vodafone no ano terminado a 31 de março atingiu os 46,417 milhões de libras, num crescimento de 1,2%.



Em termos de clientes a operação portuguesa terminou o ano com 6.166 milhões de subscritores, mais 106 mil que no mesmo período do ano passado e menos 52 mil que nos três meses anteriores.



Os clientes da operadora em Portugal falaram 2.795 milhões de minutos entre janeiro e março, o que fez do trimestre o mais fraco em termos de minutos de conversação, em todo o ano fiscal.



Globalmente a Vodafone gere uma base de 404.691 milhões de clientes, número que representa um crescimento anual e trimestral. Em termos de minutos de conversação os clientes da operadora falaram um total de 261.756 milhões de minutos nos últimos três meses do ano fiscal.



A receita média mensal por cliente em Portugal é de 13,8 euros. Os clientes pós-pagos gastam em média 35,2 euros e os clientes pré-pagos 9 euros.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico




Cristina A. Ferreira

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.