O Governo brasileiro quer massificar o uso da Internet até 2014 e vai apostar na redução do preço do acesso à banda larga como estratégia para ganhar utilizadores. A estratégia foi confirmada pelo ministro com a pasta das comunicações, Paulo Bernardo e pode passa por reduzir os impostos associados ao serviço.

Os acordos para baixar o preço do acesso à Internet do Plano Nacional de Banda Larga, que o país começou a implementar no início deste ano, deverão ser assinados nos próximos meses.

"A nossa ideia é massificar até o final do governo da presidente Dilma o uso da internet", afirmou o responsável, citado pela imprensa local durante um debate em que participou no Campus Party, um evento de tecnologia que acontece em São Paulo.

"Até Abril, fecharemos os acordos para baratear o preço da Internet do plano. Uma das intenções é reduzir os impostos", acrescentou Paulo Bernardo.

Os planos incluem negociar com os vários Estados a redução dos impostos sobre circulação de mercadorias e serviços e com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior para baixar as taxas aplicadas a computadores e tablets.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.