Foi lançado no Reino Unido o piloto de um serviço que vai permitir aos utilizadores móveis verem televisão nos seus equipamentos. A experiência é promovida pela O2 e pela Arqiva, anterior NTL Broadcast. Conta também com a colaboração da Nokia (que fornece os equipamentos) e operadores de televisão terrestres e de satélite.



Este piloto tem uma duração prevista de seis meses e envolve 400 pessoas residentes na zona de Oxford, que vão ter à disposição 16 canais de televisão no telemóvel.



Os utilizadores que participam nesta experiência britânica terão à disposição equipamentos Nokia 7710 onde receberão o sinal de televisão. Para seleccionar programas este dispõem de um guia no ecrã do telemóvel, explica a BBC News.



O standard que suporta esta experiência é o recente DVB-H, desenvolvido para permitir a transmissão de sinal de televisão em telemóveis e outros dispositivos portáteis.



O DVB-H permite adaptar a imagem ao ecrã do telemóvel e mostrá-las em tempo real permitindo, por outro lado, que o broadcaster envie o mesmo sinal para múltiplos equipamentos. A norma compete com o Digital Multimedia Broadcasting (DMB) mas está a afirmar-se com maior popularidade já que é menos exigente em termos de bateria dos equipamentos receptores.



A Orange tem também agendado um piloto da tecnologia que deverá arrancar já no próximo mês. A operadora móvel francesa já disponibiliza TV no telemóvel, sobre a sua rede 3G, desde Maio.



Os primeiros dados sobre o serviço disponibilizados pela empresa revelam que 36 por cento dos utilizadores acedem durante a hora de almoço, ou noutros períodos de pausa. Cerca de 18 por cento usam o serviço de TV quando estão em viagem e 12 por cento enquanto estão à espera de uma reunião. Apenas 10 por cento usa a TV móvel quando está em casa.



Sendo um mercado novo permanecem por resolver um conjunto de questões que passam pela regulação, partilha de receitas entre parceiros e os custos do serviço face ao que os clientes estariam dispostos a pagar.



De acordo com previsões da Strategy Analytics a televisão móvel deverá em 2009 ter 51 milhões de utilizadores, para uma receita de 6,6 mil milhões de dólares.



Notícias Relacionadas:

2005-07-11 - SGC, Siemens e Grupo Media Capital autorizadas a testar tecnologias DVB-T e DVB-H

2005-01-31 - Media Capital aposta na distribuição de conteúdos televisivos em redes móveis

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.