A japonesa NTT DoCoMo confirmou recentemente estar a cooperar com a Intel no desenvolvimento conjunto de semicondutores para os seus telemóveis de terceira geração. De acordo com o diário económico Nihon Keizai Shimbun, as empresas pretendem conceber processadores de baixo custo e baixo consumo de energia, capazes de suportar várias tarefas, nomeadamente comunicação de dados e processamento de imagem.




A cooperação entre as duas empresas estende-se igualmente ao desenvolvimento de tecnologia para os serviços móveis de quarta geração, que deverão surgir comercialmente no início de 2010 e que oferecerão velocidades de transmissão tão rápidas quanto as verificadas nas redes de fibra óptica.




Com o acordo, a DoCoMo pretende dar aos seus serviços 3G uma faceta mais competitiva, enquanto a Intel tem a oportunidade de melhorar a sua quota de mercado na área dos terminais móveis.




Baseado na tecnologia W-CDMA, o serviço de terceira geração oferecido pela DoCoMo contava até há pouco tempo com um número de clientes reduzido, culpa do preço dos telemóveis e da pouca autonomia que as suas baterias ofereciam. Actualmente, a DoCoMo tem 1,3 milhões de utilizadores, enquanto a rival KDDI, que oferece o seu serviço de 3G num outro formato tecnológico, regista 10,7 milhões de clientes.




A Intel, embora reconhecida como a maior fabricante de processadores do mundo, classifica-se atrás da Texas Instruments se considerarmos a área dos semiconductores para telefones celulares.





Notícias Relacionadas:
2003-09-10 - Intel apresenta primeiro chip único para telemóveis com tecnologia EDGE

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.