A Intel continua a investir no desenvolvimento tecnológico dos países menos desenvolvidos através do seu programa "World Ahead". Desta vez foi a cidade de Parintis, uma ilha da Amazónia, a escolhida para levar a cabo as acções de promoção do acesso à Internet sem fios (WiMax) que irão ligar um centro cultural, uma universidade e colégios públicos.


Craig Barrett, Presidente da Intel afirma que, com a implementação da tecnologia na cidade, os mais 114 mil habitantes da região terão acesso a conteúdos que até aqui seriam de acesso impossível devido às condições existentes na localidade.


Frank Bi Garcia, Presidente da Câmara de Parintins mostrou o seu reconhecimento da iniciativa uma vez que se encontram "isolados e não existem condições para receber Internet por cabo".


A "Cidade Digital de Parintins" é o resultado da união de esforços entre o Ministério das Comunicações brasileiro, a Cisco e a Proxim - que forneceram os equipamentos -, a Embratel - responsável pela comunicação via satélite e o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações que implementou o sistema. Por outro lado a Intel é a responsável pela tecnologia WiMax e pela formação dada aos professores que irão colaborar com o programa.


O programa "World Ahead", promovido pela Intel, tem como objectivo levar as novas tecnologias a países sub-desenvolvidos. Para isso a fabricante norte-americana irá investir mil milhões de dólares nos próximos cinco anos.


Em breve serão lançados projectos semelhantes em África, Ásia e Médio Oriente.

Notícias Relacionadas:

2006-08-23 - Produção de PCs do projecto One Laptop per Child arranca em Novembro

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.