A Internet da rede “ON-FI WIFI GRATIS” do Metropolitano de Lisboa não está a funcionar. A situação foi confirmada pelo TeK e apesar de os dispositivos como smartphones e tablets conseguirem estabelecer ligação à rede, não têm depois acesso à Internet.

“Este hotspot encontra-se suspenso” é a frase que surge aos utilizadores sempre que tentam iniciar sessão na rede. O TeK experimentou aceder à Internet wireless nas estações da Alameda, Saldanha, São Sebastião, Avenida e Aeroporto. Em todas foi confrontado com a mesma mensagem.

[caption][/caption]

Do lado do centro de apoio aos utillizadores da rede On-Fi - que está disponível através de um número de telefone - são dadas duas justificações diferentes para a não disponibilização de Internet. "Motivos financeiros" e "questões administrativas" são dois dos argumentos apresentados a quem liga para o serviço técnico.

A empresa responsável pela implementação tecnológica do projeto, a On-Fi, não confirma nem desmente os motivos apontados. O gestor Tomás Figueiredo apenas fala numa “alteração da situação estratégica” e adiantou ao TeK que nas próximas semanas o assunto deverá ficar resolvido.

Tomás Figueiredo, do pouco que pôde adiantar, disse que é um processo com várias entidades envolvidas e que estão a decorrer negociações relacionados com o projeto de implementação da rede no metropolitano da capital portuguesa. “Estamos a redirecionar a estratégia”, reiterou.

Foi também o responsável da On-Fi quem disse que a Internet wireless não está disponível desde “meados de agosto”.

O projeto da rede On-Fi no Metro de Lisboa foi anunciado em 2013, arrancou em dezembro desse ano e tinha três empresas associadas: a Transportes de Lisboa, responsável pela gestão do metropolitano, a On-Fi e a Multimédia Outdoors Portugal (MOP). Das 55 estações do metro, atualmente só a estação Baixa-Chiado, das linhas Verde e Azul, não tem disponível a rede “ON-FI WIFI GRATIS”.

O TeK contactou também a MOP e a Transportes de Lisboa para perceber os motivos pelos quais a rede wireless não está a permitir o acesso à Internet. "Informamos que, de fato, o serviço de wi-fi se encontra suspenso, situação que decorre da rescisão do contrato entre a On Media Europe e a MOP", refere a Transportes de Lisboa em resposta ao TeK.

"Considerando a importância de um serviço de wi-fi disponível gratuitamente para os nossos clientes, iremos manter-nos a par dos esforços envidados pela MOP no sentido de encontrar um novo parceiro que assegure a operacionalidade deste serviço, nas estações de metro", acrescenta a empresa responsável pela rede de transportes de Lisboa.

Até ao momento a MOP ainda não comentou o caso.

O que ainda não é certo é quando a Internet pode ficar de novo disponível no Metropolitano de Lisboa, ficando assim acessível às milhares de pessoas que todos os dias utilizam este meio de transporte público.

Nos últimos números revelados publicamente, e que datam do janeiro deste ano, a rede Wi-Fi do Metro já tinha sido acedida seis milhões de vezes e todos os utilizadores já tinham acumulado 40 milhões de minutos ligados através da On-Fi.

Rui da Rocha Ferreira

 

Nota de redação: Notícia atualizada com as declarações da Transportes de Lisboa

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.