Poucas horas após ser colocado à venda, o iPhone já era dado como "praticamente esgotado". A maioria das 1,8 mil lojas da AT&T abertas no dia de estreia do telemóvel venderam a totalidade de equipamentos disponíveis. Enquanto a operadora vendeu cerca de 72 mil unidades, a Apple encarregou-se de comercializar mais de 128 mil nas primeiras 24 horas, o que leva a empresa a registar um total de 200 mil aparelhos comercializados no primeiro dia do iPhone no mercado, escreve a Bloomberg.




Contudo, nem tudo correu bem no dia de estreia do equipamento. Cerca de 2 por cento dos utilizadores que adquiriram o equipamento no primeiro dia queixaram-se de atrasos na activação dos serviços. Em causa esteve o congestionamento das linhas e serviços que impediram o funcionamento normal dos telemóveis.




Desde que foi anunciado no início deste ano, o mediatismo e expectativas geradas em torno no primeiro telemóvel da Apple prometiam um dia de estreia inédito no mercado dos equipamentos móveis.




Durante dias centenas de clientes esperaram à porta das lojas AT&T e Apple pela abertura das portas para adquirir o novo equipamento e nem o preço dos equipamentos os fez desistir.




Agora, e após a estreia de sucesso do iPhone no mercado norte-americano, resta esperar para ver se as estimativas de Steve Jobs se concretizam, já que o responsável frisou que a meta da Apple é vender 10 milhões de telemóveis já no próximo ano.




Por enquanto só os utilizadores dos Estados Unidos têm acesso ao equipamento. A Europa irá receber o iPhone no final deste ano estando ainda por decidir qual o operador responsável pela sua distribuição no continente.




Notícias Relacionadas:

2007-06-29 - Apple abre as portas para o iPhone Day

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.