Prova da mudança dos tempos, a maioria dos jovens entre os 16 e 24 anos preferiam ter de deixar de ver televisão do que ficar sem o telemóvel ou sem a Internet, segundo um estudo realizado pela Ofcom, a entidade britânica que regula o sector das telecomunicações.

Apenas 23% dos inquiridos afirmaram que se sentiriam incomodados se lhes tirassem a televisão, enquanto 28% estranhariam se ficassem sem o seu telemóvel e 26% se não pudessem aceder à Internet.

Esta foi a primeira vez que a televisão foi relegada para segundo plano nesta análise, realizada todos os anos pela Ofcom, face à restante "concorrência".

Na faixa etária dos 12 e 15 anos a "caixa mágica" volta a ser ultrapassada pelos telemóveis, que continuam a reunir 28% das preferências, empatando com a Internet, sobre a qual 24% dos inquiridos diz não prescindir.

Considerando a população em geral, a TV continua a ser o dispositivo sem o qual mais custaria aos britânicos viver, ainda que a percentagem de respostas nesse sentido tenha diminuído entre as duas últimas análises - de 50% em 2009 para os 44% em 2010, revela a Ofcom.

O estudo mostra igualmente que o tempo que os adultos passam na Internet aumentou das 12,2 horas por semana em 2009 para as 14,2 horas no ano passado.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.