É possivel usar uma rede Wi-Fi para detetar intrusos ou para perceber se alguém está a mexer num determinado equipamento. A descoberta vem de um grupo de investigadores da Universidade da Lancaster, no Reino Unido, que acredita ter descoberto aquela que pode ser uma nova camada de segurança.

Através de um comunicado é dado um exemplo: imagine uma infraestrutura crítica, como uma central de energia; existem várias câmaras de segurança que estão ligadas à Internet a vigiarem o local e a fazerem gravações; alguém desvia essas câmaras - o alarme não é acionado, mas o perímetro de segurança foi claramente violado.

Com a descoberta dos engenheiros britânicos, será possível saber que alguém está a mexer na câmara devido à variação que isso provoca no padrão típico das ondas wireless.

Através de vários recetores é possível fazer a análise das ondas e até fazer uma distinção entre ações casuais ou maliciosas - perceber a diferença entre alguém passar à frente de uma câmara ou de alguém estar de facto a mexer nessa câmara.

“Um grande número de sistemas de Internet das Coisas estão a usar Wi-Fi e muitos deles requerem sistemas avançados de segurança. Esta técnica dá-nos uma nova forma de introduzir uma camada adicional de defesa nos nossos sistemas de comunicação”, comentou o investigador Utz Roedig.

Sabendo que as redes Wi-Fi são bastantes comuns, será possível no futuro que a Internet doméstica ou a rede que tem na empresa possa ao mesmo tempo funcionar como um sistema de alarme.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.