O mercado mundial de dispositivos móveis deverá crescer este ano mais de 15 por cento face aos 795 milhões de unidades registadas em 2005, segundo assegura a Nokia, revendo as suas previsões anteriores que apontavam para um aumento em redor dos 10 por cento.



Para os mais de 914,25 milhões de terminais existentes no mercado no final de 2006 contribuirá o elevado crescimento do número de subscritores nos chamados mercados emergentes, acrescenta a fabricante num comunicado.



A Nokia estima que regiões como a Ásia e a África somem cerca de 80 por cento do próximo milhar de milhão de novas subscrições. "O tamanho, crescimento e as dinâmicas de mercado dos mercados emergentes comandam cada vez mais a procura", salienta Jorma Ollila, presidente e CEO da Nokia, que falava esta quinta-feira, durante o encontro anual da fabricante.



Jorma Ollila acredita que a enorme diversidade entre áreas geográficas e mercados no que diz respeito às preferências e comportamentos do consumidor ainda poderão dar ao sector muita margem de crescimento. "Além do crescimento continuado nas comunicações de voz, existem outras indústrias como a música e a imagem digital que são cada vez mais parte integrante da mobilidade", acrescentou.



Notícias Relacionadas:

2005-08-24 - Nokia conquista liderança no mercado de telefones 3G

2004-12-25 - Negócio mundial do mercado móvel supera pela primeira vez o do fixo

2004-11-03 - Nokia aponta para taxa de penetração móvel mundial de 26%

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.