(Actualizada) Tal como o TeK já tinha adiantado, abre hoje em Portugal a Nokia Music Store, a loja de música digital da empresa finlandesa que vem alargar o potencial dos terminais virados para a Música e trazer novas opções em termos de compra de faixas e álbuns.

Nicolau Mesquita, Business Sevices and Online manager da Nokia Portugal, explicou em entrevista ao TeK que a loja tem uma forte aposta na localização, com um peso importante do catálogo de músicas portuguesas, coberto a 80%, e a aposta num sentimento de comunidade que envolve também a iniciativa Nokia OnLive.

"Sabemos que os conteúdos portugueses são cada vez mais importantes para os consumidores e que 35% das compras são de músicas portuguesas, um segmento em crescimento", explica este responsável. Por isso quando avançou com o projecto a Nokia Portugal dedicou-se ao desenvolvimento desta área, envolvendo-o também no conceito de comunidade. "Queremos que esta não seja só uma loja de música mas também uma comunidade e uma referência no panorama nacional", justifica Nicolau Mesquita.

Uma originalidade que decorre desta ligação é que a Nokia Music Store portuguesa vai ser a primeira da marca a inserir vídeo, primeiro através de um popo-up, embora se esteja já a desenvolver o modelo embedded. "Este piloto em Portugal mostra mais uma vez que somos um pólo de inovação", realça Nicolau Mesquita, explicando que a origem da ideia foi da equipa portuguesa e que a prazo, se correr bem, pode fazer-se o alargamento em outras localizações na Europa.

Entre os pontos fortes da loja está a mobilidade garantida pela possibilidade de aceder e comprar músicas no PC ou no telemóvel, sincronizando as playlists de forma simples. Apesar de só poder adquirir músicas na loja do país de origem, com o username e password pode aceder à playlist num PC em qualquer lado do mundo e mesmo que perca o telemóvel as músicas compradas podem ser sempre recuperadas.

As músicas estão à venda a 99 cêntimos por faixa e os álbuns têm preços a partir de 8,69 euros, mas há também uma modalidade para escutar música em streaming que tem um custo de 10 euros por mês e dá para ouvir todas as músicas que quiser, mas não para gravar.

Pode ver a entrevista integral em "Queremos que a Music Store seja uma montra para artistas portugueses e editoras"

Nota da Redacção: A notícia foi actualizada com o link para a entrevista e para a loja.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.