A Nokia lança hoje um serviço de música online que irá competir com o iTunes da Apple e restantes ofertas do mercado à procura de lugar no promissor mercado de música digital. A Nokia Music Store pode ser acedida, a partir de Setembro, através do PC ou de equipamentos móveis da marca, optimizados para o serviço.



Cada faixa de música vai custar um euro, enquanto os álbuns serão taxados a 10 euros. A subscrição mensal do serviço vai custar 10 euros. São aceites como meios de pagamentos o cartão de crédito, o sistema Pay-Pal e vouchers pré-pagos.



A assinalar o lançamento a marca anuncia quatros novos equipamentos móveis compatíveis com o serviço: o Nokia N81, o Nokia N95 (upgrade para 8 Gigas), o Nokia 5310 XpressMusic e o Nokia 5610 XpressMusic. Com preços entre os 225 e os 560 euros, os equipamentos apostam em fornecer espaço de memória que vai até aos 8 Gigas para permitir o armazenamento de um leque variado de música. A Nokia Music Store pode também ser acedida a partir de outros equipamentos Nokia já disponíveis no mercado, optimizados para o serviço.



Em termos de oferta musical, a fabricante garante acordos com as principais editoras - onde se incluem nomes como a Universal -, editoras independentes e uma forte componente de música local, dos mercados onde comercializa a nova oferta. Para já nos principais mercados europeus. No próximo ano estende o serviço a novos mercados europeus e à Ásia.



A nova oferta é integrado no Ovi, uma nova marca para a área de serviços de Internet onde passam a estar integrados o serviço de mapas e guias digitais da fabricante e um serviço de jogos para a plataforma N-Gage, melhorado. Nos próximos meses o canal, que também é detalhado hoje, vai aumentar o leque de ofertas disponíveis a outras áreas, garante a empresa.



Notícias Relacionadas:

2007-03-29 - EMI e Nokia selam acordo para a distribuição de música móvel

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.