A Nokia anunciou ontem a disponibilização do 7210 no mercado nacional. Este terminal móvel tem visor a cores, capacidades MMS, suporte para carregamento de aplicações Java, integra um rádio FM num design com uma nova disposição das teclas e 4-way scroll e funciona sobre redes GSM/GPRS 900/1800/1900.



O reduzido Nokia 7210 é o primeiro produto da fabricante a basear-se no novo interface de utilizador Nokia Serie 40, que se encontra optimizado para pequenos ecrãs a cores. O visor suporta 4096 cores.



Com capacidades MMS, o mais recente terminal Nokia pode receber mensagens multimédia com imagem, texto e sons, indica a Nokia ressalvando que os serviços associados a MMS dependem não só da rede, como também dos dispositivos utilizados e dos formatos de conteúdos.



Este modelo suporta Java 2 Micro Edition (J2ME), uma versão da tecnologia Java concebida especificamente para produtos electrónicos que permite a personalização do telefone, possibilitando o carregamento de aplicações em áreas como o entretenimento, gestão quotidiana ou conteúdos relacionados com viagens.



Os utilizadores do Nokia 7210 podem usufruir de tons de toque MIDI polifónicos e rádio FM estéreo integrado. É possível receber novos sons através de MMS, carregados através do Club Nokia via WAP ou através da Internet utilizando o Nokia PC Suite 5.0. O altifalante mãos-livres integrado permite ainda, por exemplo, ouvir rádio sem necessitar de auriculares.



Um novo atractivo é a possibilidade de fazer o carregamento de imagens para wallpaper do telefone. É igualmente permitido armazenar imagens numa zona personalizada de imagens do Club Nokia e enviar imagens do site como mensagem multimédia e fazer o carregamento de jogos J2ME via WAP.



O Nokia 7210 é também o primeiro telefone da fabricante finlandesa a integrar um conector de interface Pop-Port, que será um interface de ligação fundamental em futuros telefones Nokia. Este conector foi concebido para ambiente móvel e suporta funcionalidades avançadas como identificação digital, som estéreo ou conectividade rápida de dados.



A Nokia explica que o lançamento do conector Pop-Port lhe irá permitir abrir gradualmente partes do interface e licenciar as especificações para fabricantes de telefones e de acessórios, o que irá resultar numa expansão significativa da oferta de acessórios, disponibilizados, por exemplo, por empresas das áreas da música, entretenimento e da animação.



Posteriormente, líder do mercado mundial de telemóveis lançará no mercado um acessório para este seu novo terminal, um auricular com uma câmara integrada.



Comentando os resultados trimestrais da Nokia, divulgados ontem, Paulo Moura, director de marketing da Nokia Portugal, considera que os mesmos acabarão por se revelar um bom indicativo tendo em conta a actual situação económica.



A fabricante mantém a sua previsão de venda de terminais em termos globais de 400 milhões até ao final do ano, onde a Europa e a África continuarão a ser os grandes impulsionadores, seguidos da Ásia-Pacífico e por fim das Américas.



Sem nunca mencionar números, Paulo Moura adiantou que o mercado português vai bem e a provar tal consideração está o recorde de vendas nacional em número de terminais, registado durante o passado mês de Julho. Actualmente, a fabricante detém em Portugal "uma quota de mercado confortável de mais do dobro face ao principal concorrente", garantiu Paulo Moura, adiantando que no trimestre terminado em Setembro a Nokia chegou a registar mais de 75 por cento de quota.



Notícias Relacionadas:

2002-10-17 - Resultados da Nokia e da IBM geram optimismo nos mercados

2002-09-26 - Nokia lança primeiro telemóvel da marca que funciona em redes GSM e 3G

2002-09-06 - Nokia aposta no lançamento de mais telemóveis MMS a cores

2002-07-11 - Nokia 7650 no mercado nacional a partir do mês de Julho

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.