No segundo trimestre de 2002 as chamadas telefónicas na rede fixa ascenderam a 3,8 milhões de minutos, o que se consubstancia numa quebra de 0,7 por cento em relação ao total de minutos cobrados no primeiro trimestre deste ano. As estatísticas relativas ao serviço da rede fixa de telefone em Portugal, hoje divulgadas pela Anacom - Autoridade Nacional de Comunicações, mostram ainda que os novos operadores tiveram um crescimento inferior a 2 por cento no volume de tráfego encaminhado.



A PT Comunicações manteve praticamente inalterada a sua posição de domínio do mercado, encaminhando 88,9 por cento de todo o tráfego fixo, 89,7 por cento das chamadas nacionais e 70,3 por cento das ligações internacionais. Os novos operadores ganharam apenas 0,1 por cento do tráfego nacional e 0,2 por cento do internacional em relação aos valores obtidos no primeiro trimestre de 2002 (veja Notícias Relacionadas) e exploram apenas 3,6 por cento dos acessos telefónicos principais existentes em Portugal.



Os dados recolhidos pela Anacom junto dos prestadores de serviços de telecomunicações indicam que globalmente o volume de tráfego deste trimestre foi inferior ao dos primeiros três meses do ano, resultado de uma quebra no volume de chamadas nacionais. O tráfego de telefone fixo dentro de Portugal foi reduzido em um por cento, embora em termos de ligações internacionais se tenha assistido a um crescimento de 8,4 por cento em relação ao trimestre anterior.



Contabilizando o mesmo número de operadores da rede fixa registados e em actividade que no trimestre anterior (respectivamente 28 e 15), a Anacom indica que 91,7 por cento de todo o tráfego corresponde a chamadas de acesso directo, sendo que a PT Comunicações explora 96,4 por cento de todos os acessos telefónicos principais.



O acesso indirecto (chamadas telefónicas realizadas através de uma linha da PT Comunicações, a quem é paga a assinatura, mas que são encaminhadas por outro operador) continua a ter maior relevância maior nas chamadas internacionais, onde 25,3 por cento das ligações estabelecidas utiliza este método. Pelo contrário, nas ligações nacionais 92,4 por cento das chamadas são feitas através de acesso directo.


De notar ainda que a tecnologia FWA (acesso fixo via rádio) continua a não ter praticamente representatividade na contabilização das ligações para a rede fixa, representando apenas 0,2 por cento do total de acessos identificados.



A Anacom indica ainda que durante o segundo trimestre deste ano foram portados 23 mil números fixos, um crescimento de 110,7 por cento em relação ao trimestre anterior. Esta funcionalidade está disponível há um ano para quem quiser mudar de operador telefónico sem prescindir do seu número de telefone.

Notícias Relacionadas:

2002-06-12 - PT Comunicações domina 89,1 por cento do mercado de telecomunicações fixas

2002-04-22 - Portugal tem 11 mil números portados desde o início do ano

2001-06-26 - Portabilidade de número assegurada a partir de 1 de Julho

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.