(Actualizada) Foi ontem conhecido o indeferimento da providência cautelar com que a Airplus tinha tentado barrar a atribuição da licença de TDT paga à Portugal Telecom depois da decisão favorável do concurso aberto pela Anacom. A notícia foi avançada ontem pelo Jornal de Negócios.

Este processo estava a decorrer há alguns meses o que impedia a PT de avançar com o projecto para o serviço pago de Televisão Digital Terrestre. Recorde-se que a Anacom ainda invocou o interesse público para evitar a suspensão do projecto mas esse argumento foi recusado pelo tribunal.

A operadora já está a desenvolver o projecto para os canais gratuitos que será lançado já a 29 de Abril em pelo menos 10 localizações, conforme prometeu o presidente da PT em Janeiro.

A Airplus comunicou ao final do dia que não pretende recorrer da decisão da TDT e que vai retirar as acções interpostas no âmbito do concurso para a licença de televisão digital terrestre paga.

Apesar de afirmar que não é sua intenção ser uma "litigante hostil ao Estado português", a empresa mantém a convicção de que fez a melhor oferta e que a sua proposta era melhor na qualidade e diversidade dos canais e interoperabilidade entre plataformas, justifica em comunicado.

Nota da Redacção: [19:16] a notícia foi actualizada com a comunicação da airplus de que vai desistir das acções em tribunal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.