A polémica gerada pelo abandono da licença de canais pagos de Televisão Digital Terrestre (TDT) está longe de acabar, estando prevista para breve a discussão do tema no Parlamento, nas Comissões de Ética e de Comunicações, adiantou a Agência Lusa.

Está prevista a marcação de cinco audiências, segundo informação adiantada por José de Matos Correia, presidente da Comissão Parlamentar das Obras Públicas, Transportes e Comunicações. Os deputados vão convocar o ministro dos Assuntos Parlamentares, Jorge Lacão, o ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, António Mendonça, os conselhos de administração da Anacom e da PT e ainda o conselho regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social.

O assunto foi colocado em agenda na sequência da carta enviada pela Sonaecom ao ministro da tutela, onde o presidente da empresa, Ângelo Paupério, acusa a PT de violar as regras do concurso de TDT, exigindo que a empresa seja responsabilizada por não ter cumprido os compromissos

A Sonaecom foi uma das empresas que ponderou entrar na corrida à TDT mas acabou por não avançar com a proposta, tendo a PT ganho as licenças para ao canais abertos e canais pagos, onde tinha a oposição apenas da Air Plus.

Já no início deste ano a Portugal Telecom optou por devolver a licença, considerando não haver condições para o lançamento do serviço, uma decisão que foi aceite pela Anacom, embora provisoriamente.

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) contestou porém esta possibilidade, considerando “improcedente a pretensão da PT Comunicações de revogação do título habilitador de operador de distribuição que lhe foi atribuído no âmbito do concurso público”.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.