Como muitos antecipavam, as falhas que recentemente afetaram os serviços da RIM já motivaram queixas em tribunal, com a fabricante dos BlackBerry a ser processada por consumidores no Canadá e nos Estados Unidos.

Os utilizadores querem ser compensados pelos danos e prejuízos causados pelas vezes em que estiveram sem acesso ao serviço de mensagens e impossibilitados de navegar na Internet durante a semana de 10 de outubro.

Segundo a própria RIM, o problema foi causado pela saturação de um servidor e à falha do switch que teria de transferir os dados para um servidor adicional nesse momento.

Tecnicamente a situação ficou resolvida, mas os milhares de dados acumulados continuaram a gerar atrasos no acesso aos serviços fornecidos aos smartphones durante vários dias e em várias partes do mundo.

Os problemas levaram a RIM a disponibilizar, aos utilizadores dos BlackBerry, acesso gratuito a uma seleção de serviços premium, no valor de 100 dólares, para compensar, enquanto várias operadoras - incluindo a Optimus, a Vodafone e a TMN, em Portugal - também anunciavam medidas de compensação, apesar de descartarem qualquer responsabilidade na situação.

As medidas adotadas parecem não ter bastado para os utilizadores queixosos. No processo agora movido no Tribunal Superior do Quebec, os consumidores canadianos querem que a empresa assuma "responsabilidade total" pelos prejuízos causados, enquanto os consumidores norte-americanos acusam a fabricante de quebra de contrato, negligência e enriquecimento injusto.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.