A TMN irá disponibilizar a partir da próxima quinta-feira, dia 8 de Abril, um serviço de aconselhamento tarifário para os seus clientes de cartões recarregáveis, numa campanha que será acompanhada do lançamento de novos pacotes de preços para o segmento dos pré-pagos, "mais simples" e "esclarecedores" dos benefícios que possam proporcionar em termos de redução de custos.



Os clientes TMN de cartões recarregáveis terão ao seu dispor três novos planos tarifários - "+perto", "plano" e "leve" -, além de um "pako" e de um "mimo" revistos e de um "vip's", um "forad'oras" (antigo Spot) e "passaporte" que mantêm os preços praticados anteriormente. "São novos tarifários com atributos mais arrumados", considerou Miguel Geraldes, da TMN, durante a conferência de apresentação da operação aos jornalistas. "O objectivo é tornar claros os principais benefícios de cada modalidade", acrescentou.



Os novos planos tarifários lançados reflectem as conclusões de estudos de mercado e de marca que a TMN conduziu entre Outubro do ano passado e Fevereiro deste ano, envolvendo mais de 1.500 clientes. Este tinha como objectivo avaliar o seu grau de conhecimento dos tarifários existentes e, ao mesmo tempo, perceber quais as suas reais expectativas e preferências relativamente aos planos de preços a adoptar.



Os resultados foram, segundo a operadora, "esclarecedores" e permitiram concluir que a maior parte dos clientes desconhece as opções tarifárias disponíveis e os preços que paga pelas chamadas de voz. Embora tenham uma ideia bem definida dos atributos que mais valorizam - preços iguais para todas as redes, por exemplo -, mais de metade dos clientes TMN não utilizam o tarifário que melhor reflecte essas características.



Concluindo, perante os resultados apurados, que o utilizador de telemóvel tem muita dificuldade em fazer um auto-diagnóstico das suas necessidades, a TMN decidiu avançar, a par da introdução de planos de preços que julga mais simples, com uma campanha de apoio à escolha de tarifários que implicará o reforço da sua capacidade de atendimento telefónico.



A operadora prevê um acréscimo de 800 mil chamadas para o help desk durante os dois primeiros meses da campanha. Além disso, as acções de formação "intensivas" que, segundo Miguel Geraldes, decorreram durante a última semana, prepararam também 1.000 profissionais que irão assegurar o aconselhamento dos clientes nos pontos de venda TMN.



Para procurar a ajuda da TMN na escolha de um tarifário mais apropriado aos seus objectivos, o cliente poderá assim optar pelo atendimento telefónico -através do número gratuito 12045 -, dirigir-se a uma loja TMN ou consultar o site da operadora. Os funcionários da operadora colocam ao cliente algumas questões cujas respostas inscrevem em folhas de matriz ou guiões concebidos para o efeito e que depois conduzem a determinado resultado. "Qualquer que seja o canal escolhido, o cliente terá que obter uma experiência e conclusão idêntica", salientou Miguel Geraldes ao mesmo tempo que assegurava que o aconselhamento será um processo para demorar "dois minutos".



Este programa, bem como as vantagens dos novos tarifários da TMN, serão comunicados através de uma forte campanha publicitária cujo mote é "A TMN põe tudo preto no branco" e cujo objectivo é levar os clientes a contactar a operadora.



"Enquanto anteriormente conduzimos uma estratégia de angariação, a partir de agora temos que investir na fidelização do cliente", referiu António Soares, vice-presidente executivo da TMN, enquanto explicava o sentido da nova aposta da operadora móvel para o segmento dos pré-pagos quando se sabe que os ARPUs (receita média por utilizador) são muito baixos. "Seria impensável ter os níveis actuais de utilização de telemóveis se não fossem os pré-pagos", reflectiu.



Segundo estudos independentes, a operadora tem uma quota de mercado que deverá rondar os 52 por cento. A base de clientes já ultrapassa os 4,9 milhões - 80 por cento dos quais em regime de pré-pagos - e apesar das elevadas taxas de penetração verificadas, António Soares diz acreditar que a fasquia dos cinco milhões ainda possa ser superada este ano. "Estamos convencidos que ainda existem 'bons clientes' para angariar".



Notícias Relacionadas:

2004-04-06 - Número de clientes das redes móveis continua a crescer ultrapassando os 9 milhões

2003-08-16 - TMN lança Passaporte TMN

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.