De acordo com a Anacom, o número de utilizadores de serviços como vídeotelefonia, transmissão de dados, mobile TV, etc, representa uma subida de 10,5% face ao trimestre anterior e mais 12,8% em termos homólogos.

O crescimento da utilização da banda larga móvel "está associado à Internet no telemóvel, nomeadamente quando associado a ofertas em pacote, e à crescente penetração dos smartphones", considera a entidade reguladora do mercado de telecomunicações.

O relatório indica ainda que a taxa de penetração do serviço móvel no final de setembro era de 157,5 por 100 habitantes, ou de 124,4 por 100 habitantes se analisadas as estações móveis com utilização efetiva.

O trouxe uma outra marca história, já que a proporção de assinantes pré-pagos atingiu um novo mínimo (59,7%). O valor resulta da migração continuada dos subscritores destes planos para planos combinados/híbridos e para os planos pós-pagos, "nomeadamente aqueles que se encontram associados a ofertas multiple play que integram serviços fixos e o serviço telefónico móvel".

O volume de receitas acumuladas dos serviços a clientes ascendeu a cerca de 1.376 milhões de euros, em quebra homóloga de 9,5%. A receita média mensal por assinante médio foi de 11,9 euros, menos 8,1% face ao registado em 2013.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.