O problema foi detectado há semanas, mas primeiro foi considerado pela Vodafone como um caso isolado. Perante uma nova denúncia de um equipamento HTC Magic com malware, a empresa investigou e detectou um problema mais extenso.


A Vodafone admite que poderão afinal ter sido afectados pelo problema detectado em cartões de memória dos equipamentos com o sistema operativo da Google cerca de 3 mil equipamentos HTC Magic, exclusivamente vendidos em Espanha.


O problema foi descoberto depois de um empregado da Panda ter ligado um HTC Magic da rede da operadora, acabado de comprar, a um PC e a operação ter desencadeado um alerta do sistema de segurança.
Depois de alguma investigação percebeu-se que o cartão de microSD de 8 GB tinha uma cópia do worm Conficker, um cliente da botnet Mariposa e um programa criado para roubar passwords, o Lineage.


Depois de perceber a dimensão do problema a Vodafone Espanha emitiu uma declaração sobre o assunto e prontificou-se a resolver as consequências. Os clientes afectados vão receber uma carta da empresa e um novo cartão de memória.


Na carta os clientes receberão instruções para saber como podem fazer uma verificação ao computador no site da Panda, parceira da empresa. Aos clientes que viram os seus PCs infectados será fornecido de forma gratuita software que remova a o problema, de acordo com a imprensa local.


A Panda acrescentou entretanto que o Lineage só fica activo se um duplo clique for feito sobre o ficheiro. No caso do Conficker o mecanismo de auto-execução pode ter sido desactivado pela coabitação com a Mariposa, desmantelada pelas autoridades recentemente.


Os diversos factores podem ter minimizado os danos potenciais do problema de segurança, que pode ser começado num equipamento devolvido à empresa como novo, mas que afinal tinha um cartão contaminado, de acordo com um responsável da empresa em declarações à VnuNet.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.