Não é o cobre que está a sustentar a recuperação do número de acessos telefónicos mas sim as novas tecnologias, como o VoIP, fibra e até acessos suportados em GSM/UMTS, mostram os últimos números da Anacom. Contrariando a tendência de quebra que parecia imparável, o número de linhas voltou a crescer no 4º trimestre, assim como os assinantes com acesso directo.

De acordo os dados do regulador do mercado das comunicações, o parque de ligações do serviço telefónico fixo era de 4.385 mil no final do ano de 2009, numa subida de 1,9% face ao terceiro trimestre e de 6,7% numa comparação com os valores de Dezembro de 2008.

[caption]Nome da imagem[/caption]

O declínio dos acessos analógicos mantém-se porém evidente, sendo compensado pelo crescimento nas tecnologias de Voz sobre IP (VoIP), acessos suportados nas redes móveis GSM/UMTS e em fibra óptica.

As ofertas de serviços de triple play continuam a ser um dos principais motores que contrariam a quebra das ligações de rede fixa, tal como já acontecia em trimestres anteriores.

Em termos de tráfego, as chamadas com origem na rede fixa estão também a crescer, subindo 7,7% no quarto trimestre, para um total de 2,1 mil milhões de minutos. Segundo a Anacom, este aumento de tráfego é sobretudo nacional, e está associado a plataformas e serviços alternativos, assim como à oferta de chamadas grátis em alguns dos pacotes promovidos pelas operadoras.

PT continua a liderar

As empresas do Grupo PT continuam a deter a maioria dos acessos instalados, com 62,1%, embora registem uma redução de 1% relativamente ao terceiro trimestre. Nos operadores alternativos a Sonaecom lidera com 14,3% dos clientes, seguindo-se a Zon com 13,7% e a Cabovisão com 5,7%.

A Vodafone continua com 2% dos acessos de serfiço fixo, mantendo-se à frente da Oni, com 1% dos clientes.

O acesso directo não pára de ganhar clientes, crescendo perto de 2% para os 3,3 milhões, enquanto a modalidade de acesso indirecto segue a perder popularidade, com uma quebra de 6,3% para os 141 mil clientes, que a Anacom lembra ser o valor mais baixo registado desde 2001, quando esta modalidade foi implementada.

Embora o VoIP seja considerado uma das tecnologias responsáveis pela recuperação do número de acessos, os clientes de VoIP nómada (serviço com uma numeração específica) não ultrapassam os 113 mil, caindo 4,9% neste trimestre.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.