A Ar Telecom, a Microsoft e a Cisco Systems assinaram hoje um protocolo que formaliza o compromisso de participação das empresas no Wireless Broadband Cities Portugal 2007.



A iniciativa, que vai decorrer ao longo de todo o ano, prevê a realização de vários projectos-piloto com tecnologias de banda larga sem fios em serviços públicos e a realização de um conjunto de estudos sobre a utilização destas ferramentas nos serviços do Estado.



Para já, não estão definidos os serviços onde vão decorrer os projectos-piloto, sabe-se apenas que áreas irão cobrir e que se desenrolam em Porto e Lisboa.



As áreas da saúde, telemedicina e apoio social remoto, salas digitais em escolas do 1º ciclo, Loja do Cidadão e serviços públicos, serão alvo de projectos assim como a Loja do Munícipe, serviços municipais, gabinetes camarários, vídeo-vigilância e zonas WiFi.



A prazo serão realizados novos protocolos com as câmaras municipais e outros organismos públicos, onde serão definidos concretamente os serviços a integrar o projecto.



A generalidade dos pilotos deverá realizar-se na segunda metade do ano tirando partido do facto de Portugal, durante essa altura, assumir a presidência da União Europeia.



Está previsto pelas empresas que coordenam a iniciativa a existência de Centros de Demonstração dos projectos em curso. O sucesso da iniciativa poderá também ditar a extensão dos projectos a perídos mais longos e a sua réplica noutros países onde as organizações participantes mantenham operações.



A componente de estudos - que acompanha os projectos e se debruça sobre as novas opções tecnológicas que melhor podem servir os serviços públicos -, também prevista, será sobretudo da responsabilidade do ISEG e da Universidade Católica, também parceiros da iniciativa.



Ao nível técnico o WBC conta também com a colaboração da HP e no que se refere à implementação de serviços e aplicações com a colaboração de várias entidades da Administração Central e Local, como as Câmaras de Lisboa e Porto, a UCMA e o IGIF.



Na parceria, a Ar Telecom fornece a infra-estrutura de banda larga simétrica triple play digital, televisão digital terrestre, dados, imagem e voz.



A Microsoft vai tirar partido da rede, oferecendo sobre ela sistemas de colaboração em tempo real baseadas na plataforma Live Communications Server e utilizar sistemas multimédia residenciais. O software usado no projecto será também da empresa americana.



A Cisco dará apoio a nível da consultoria através do seu Internet Business Solutions Group e vai disponibilizar hot spots WiFi.



Notícias Relacionadas:

2006-10-20 - Comissão admite ter agora retrato mais claro das telecoms na Europa

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.