Por Miguel Luz Pinto (*)

 

 

A IDC Portugal revelou recentemente as suas previsões para 2015 através do estudo “Portugal no Ponto de Viragem da Transformação Digital", divulgando que o Mercado Nacional das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC’s) está atualmente a viver um novo e dinâmico ciclo. Após 5 anos de crescimento negativo, o mercado português das TIC’s entrou num renovado ciclo e deverá registar um crescimento de 0,9%, atingindo os 3,46 mil milhões de euros em 2015, prevendo-se ainda que este crescimento seja extensível a quase todos os segmentos de mercado. Uma manutenção e gestão adequada de todos os serviços tecnológicos permite criar vantagens competitivas, e assim transformar as Empresas, em verdadeiros casos de sucesso, rentáveis e diferenciadoras.

A reforçar estas previsões positivas e o fator de dinamismo vivido no sector das TIC’s em Portugal, o Consórcio Maior Empregabilidade projetou que o mercado português vai necessitar até 2020, de mais de 15 mil profissionais nestas áreas de atividade. Nesta linha de evolução, os próximos 5 anos (2015-2020) revelam no imediato, um potencial de criação de 110 mil empregos diretos. Já no presente ano de 2015, serão necessários no mínimo, cerca de 8.100 profissionais em TIC’s. Virtualização, big data, cloud computing, datacenter e serviços cloud, segurança e classificação de dados, mobilidade e serviços sociais representam as áreas com maior potencial de crescimento e elevada ou plena empregabilidade no sector das TI’s.

Em contradição com esta necessidade, crescimento e elevada procura por parte dos RH’s das Empresas de TI’s, acresce a existência de uma grave lacuna na formação destes jovens e futuros profissionais em Portugal. Com os números de desemprego a disparar e a instabilidade sentida no mercado de trabalho em Portugal, geram-se sentimentos confusos e contraditórios pelo facto de muitas das atuais vagas existentes na área das TIC’s acabarem por não serem preenchidas, precisamente devido à falta de formação específica, acrescidas ainda pela fraca interação entre as reais necessidades das Empresas e o papel das Universidades e Escolas Profissionais; é urgente criar uma maior ligação empresas-universidades-cursos-emprego, de forma a atrair e captar jovens para a educação em TIC, muito em particular, nos segmentos atrás referidos, em exponencial crescimento e com emprego garantido e promover também a reconversão dos desempregados, integrando-os nas TI’s, que em paralelo com o Turismo, acaba por revelar-se um oásis na economia portuguesa.

A 2VG é um caso paradigmático desta situação. Criada em 2009, esta empresa tecnológica portuguesa surgiu para colmatar uma necessidade, já detetada nessa altura, no mercado das TI’s – a Virtualização. A oferta da 2VG aposta na consultoria e engenharia em áreas específicas das TIC’s e diferencia-se neste sector pela gama de soluções inovadoras, pela automação de infraestruturas e pelos serviços continuados. Sendo um pouco visionários e sentindo nos últimos anos essa notória lacuna em recrutar jovens licenciados e profissionais com formação específica nas suas áreas de atuação, a 2VG criou uma área de soluções de formação técnica baseadas nas tecnologias VMware™ e Datacore Software™, proporcionando alguns workshops adaptados às necessidades dos seus clientes, desde presenciais, online, e  on demand.

 A crescente necessidade de recrutamento pelas empresas nacionais de TI’s é um dos sinais evidentes que apontam para o pleno emprego entre os profissionais deste sector. A área de formação em TIC’s é extremamente crucial, numa altura em que os profissionais de TI são cada vez mais procurados e encontram-se em falta em Portugal, concretamente nas vertentes de Cloud e Virtualização. Por isso, defendemos e acreditamos que, tendo em conta a expansão do sector das TI’s em Portugal, e pela progressiva procura deste tipo de serviços por variados segmentos – Administração Pública, Finanças, Banca, Seguradoras, Telecomunicações, Transportes/Logística – cada vez mais, é preciso Virtualizar para Contratar.

 

 

(*) CEO da 2VG

www.2vgsi.com

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.