TeK: A Oracle está a apostar na estratégia de grid computing com o novo Oracle 10g. Acha que em Portugal as empresas estão preparadas para mudar a sua infra-estrutura informática, e mesmo o tipo de organização das redes, para esta tecnologia já em 2004?

Eduardo Pinheiro - Director de Marketing da Oracle Portugal
http://imgs.sapo.pt/gfx/226150.gif

Estamos com expectativas muito positivas com o lançamento do Oracle 10g. 2003 foi um ano de transição do ponto de vista económico e 2004 vai ser o ano de arranque de novos paradigmas tecnológicos que vão abrir portas em muitas novas áreas.
A adopção por parte das empresas para uma nova estrutura tecnológica poderá já iniciar-se no final do próximo ano. A Oracle Database 10g foi projectada para ser implementado com eficácia em qualquer plataforma – desde servidores pequenos até aos maiores servidores SMP, de clusters a grids empresariais. A optimização dos recursos de hardware, um melhor custo-benefício e um mais rápido retorno do investimento, são bastante atractivos para as empresas, sobretudo no actual panorama económico não só nacional como internacional.

Conduzimos um inquérito aos Directores de Informática das 1000 maiores empresas nacionais e organismos públicos e as respostas não podiam ser mais animadoras: 20% dos inquiridos vão iniciar projectos com Grid nos próximos 2 anos e 60% considera adoptar o conceito entre 2 a 5 anos. Estamos, portanto, ainda mais seguros da nossa direcção estratégica reforçada com a família de produtos 10g. Em 2004 assistiremos em Portugal, à implementação dos primeiros projectos empresarias de Grid Computing com a tecnologia Oracle.

Voltar ao texto principal
Perspectivas 2004 – Mais optimismo para o Ano Novo

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.