A Assembleia-geral da PT Multimédia terminou com o acordo dos accionistas relativamente a todos os pontos em agenda. Entre os sete tópicos discutidos estavam temas como a alteração de estatutos, aumento do limite mínimo dos direitos de voto de 5 para 10 por cento e nomeação do novo presidente do conselho de administração.



A reunião marca o fim de um ciclo na empresa que a PT se prepara para autonomizar e o início da liderança de Daniel Proença de Carvalho que passou de presidente da mesa da assembleia-geral para CEO da multimédia.



Proença de Carvalho desempenhava até agora a função de presidente da mesa da Assembleia-geral, cargo que passa a ser ocupado por Júlio castro Caldas. A liderança da PTM era assegurada por Henrique Granadeiro que acumulava o cargo com os de chairman e presidente da comissão executiva da SGPS.



Na reunião esteve representado 88 por cento do capital da PT Multimédia que gere activos como o SAPO ou a TV Cabo.



Notícias Relacionadas:

2007-06-05 - Daniel Proença de Carvalho deverá ser o próximo presidente da PT Multimédia

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.