O “voo tripulado”, chamado EM-2, está agora marcado para abril de 2023, 20 meses de diferença face à data inicialmente avançada de agosto de 2021.

Para a decisão da agência espacial europeia de adiar a missão contribuíram as alterações técnicas e de estrutura que têm sido feitas à nave, nomeadamente de redução de peso.

A alteração fica também melhor alinhada com o orçamento disponibilizado para a missão, que abrange o período desde outubro de 2015 a abril de 2023.

Apesar do adiamento oficial, os responsáveis da NASA esperam conseguir adiantar-se e lançar a Orion antes de abril de 2023. A data funcionará como referência de “limite”, refere-se em comunicado.

É igualmente mencionado que as alterações ao EM-2 não deverão afetar as outras missões já programadas da Orion, que continua a ter o seu próximo voo não tripulado programado para setembro de 2018.

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.