Ainda antes da explosão dos smartphones com ecrãs dobráveis, a Lenovo havia deixado a dica, no verão de 2017, de que estaria a trabalhar num portátil sem dobradiça, ou seja, o seu ecrã seria flexível, no conceito que vemos atualmente o Huawei Mate X e o Samsung Galaxy Fold, referia na altura o Business Insider. A publicação não via grande vantagem nessa transformação, mas destacava o seu bom aspeto futurista.

Parece que o futuro se tornou o presente e com a aceitação (do conceito) dos novos smartphones dobráveis, as fabricantes pretendem agora extrapolar a tecnologia para outros dispositivos. É nesse sentido que a Lenovo passou das palavras conceptuais à patente e tem vindo a partilhar uma ou outra imagem com a esquemática.

Mas as últimas imagens reveladas mostram com maior pormenor a forma como a “dobra” funciona. Basicamente a dobradiça única, aquela que une as duas partes do vidro do ecrã a dobrar é fixa por quatro pequenos fixadores, dois em cada extremidade. Este mecanismo deverá ficar dentro do plástico protetor para não se ver o mecanismo de dobra. A segunda imagem oferece uma perspetiva lateral da dobra, mostrando como o encaixe é feito com maior pormenor.

Obviamente que se trata de esquemas desenhados para efeitos de patente, o que pode nem sequer significar um produto real. No entanto, há muito tempo que a Lenovo anda a falar no seu portátil de ecrã dobrável, o que segundo a sua imagem conceptual, não só tem bom aspeto, como parece oferecer uma área útil de ecrã sem precedentes, “roubando” espaço morto no chassis onde assenta o teclado.

Tenha em conta que as imagens não foram partilhadas oficialmente pela Lenovo, pelo que podem não corresponder corretamente aos seus planos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.