Depois de ter assumido culpas num processo de espionagem industrial que remonta a 2007, a SAP vai avançar com o pagamento de 120 milhões de dólares à Oracle (cerca de 85 milhões de euros), apenas por custas judiciais, na semana em que o caso regressou às barras do tribunal. Em troca a Oracle fica impedida de requerer o pagamento por danos e prejuízos.

O acordo não abrange a violação de direitos de autor, o único aspecto que ficará agora à consideração dos jurados. O montante deverá ser pago antes do dia 9 de Novembro.

O caso que opõe as duas empresas remonta a 2007, mas em Agosto último a SAP já tinha assumido responsabilidade relativamente às queixas apresentadas pela Oracle.

Em causa está o acesso de uma subsidiária da empresa alemã na altura, a TomorrowNow, a informação disponibilizada pela Oracle aos clientes através do seu site de suporte. A TomorrowNow terá conseguido acesso a esta área restrita usando as passwords de empresas a quem prestava serviços e que também eram clientes Oracle.

Por tudo isto, a Oracle calcula danos entre os 1.000 e os 2.000 milhões de dólares, enquanto a SAP afirma que o montante se situará na casa das dezenas de milhões de dólares. As audiências que decorrem actualmente servirão para estipular o valor de recompensa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.