As empresas portuguesas deverão investir mais de 54 milhões de euros em segurança informática ao longo de 2010, face à evolução significativa das ameaças e devido aos novos desafios tecnológicos.

Esta é a principal conclusão do relatório "Soluções de Segurança de Informação: Tendências do Mercado e Previsões, 2008 - 2013" da IDC Portugal, que revela ainda que o investimento nesta área irá retomar o crescimento acelerado com taxas de crescimento de 8,8 por cento em 2010 e 11,5 por cento em 2011.

Em Portugal a evolução deste mercado reflecte as tendências europeias, embora com taxas de crescimento ligeiramente superiores, ressalva a IDC no comunicado enviado à imprensa.

Maior criminalidade, a evolução tecnológica que aumenta a complexidade do ambiente informático e o aumento da regulamentação, com requisitos de negócio mais exigentes, são os três vectores que impulsionam o investimento em segurança mesmo num ambiente económico adverso, defende a consultora.

Entre os factores-chave que explicam a evolução deste mercado estão também a generalização dos modelos de negócio por subscrição, o aumento da utilização de soluções grátis e open source e a adopção crescente de serviços de segurança hospedados.

Refira-se que o relatório “Soluções de Segurança de Informação: Tendências do Mercado e Previsões, 2008 – 2013” estará em discussão na conferência IDC Information Security, que terá lugar no dia 28 de Janeiro, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.