A possibilidade ainda está limitada a um grupo restrito, que inclui utilizadores de dispositivos iOS e colaboradores da empresa, mas dado o desagrado de muitos quanto ao facto de verem os algoritmos “mandarem” naquilo que lhes é mostrado em primeiro lugar, é muito provável que a disponibilização geral aconteça em breve.

Por agora, a intenção é confirmada num tweet publicado na conta oficial do Twitter, com o CEO Jack Dorsey a “ajudar”, reforçando os pormenores.

Mas quem por acaso prefira as sugestões algorítmicas também não tem de se preocupar, já que o botão servirá os dois propósitos, permitindo alternar entre um modo e o outro de forma simples – e até atestar qual o modo que efetivamente interessará mais.

O Twitter está disponível para iOS e Android.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.