A maior parte é no sítio de sempre, mas há quem mude de casa a cada edição. O calendário tecnológico faz-se de vários tipos de eventos, com diferentes objetivos, uns mais dirigidos aos consumidores finais, outros a profissionais ou empresas.

Uma coisa é certa (ou duas): já sabemos que o verdadeiro “ano fiscal” das TI começa com a CES. Também podemos dizer que termina com o “nosso” Web Summit, mas pelo meio há muitas conferências e fóruns de interesse para visitar, ou pelo menos para acompanhar. Estes estão entre os mais importantes.

 

Além destes eventos anuais “oficiais” tem também outros muito aguardados, nunca confirmados antecipadamente, mas que acabam sempre por acontecer em espaços temporais mais ou menos definidos, como acontece normalmente com os lançamentos da Apple.