Segunda a pesquisa da Common Sense Media, o número de crianças com menos de dois anos que já usou um tablet ou um smartphone para jogar, assistir a vídeos ou utilizar outros conteúdos de media mais do que triplicou face a 2011, quando ascendia apenas a 10%. O contacto é precoce e para muitas crianças acontece por isso antes mesmo de conseguirem articular uma frase.

A mesma tendência não se verifica com outros suportes de divulgação de conteúdos, como a televisão, por exemplo, onde a taxa de utilização permanece estável, embora seja já muito superior (66%).



No que se refere à utilização de computador a pesquisa também mostra uma evolução menos expressiva, que nos últimos dois anos foi de 6 pontos percentuais, de 4 para 10%.



No domínio dos tablets e dos smartphones os números são mais expressivos e essa tendência é ainda mais vincada na faixa etária mais próxima dos 10 anos, onde a percentagem de crianças que já tem contacto com este tipo de dispositivos dispara. Aos 8 anos o estudo apurou que 72% das crianças norte-americanas já brincaram com smartphones ou tablets.

Além de aumentar o número de crianças a utilizar este tipo de gadget, tem também vindo a aumentar o tempo durante o qual o fazem. Em 2013 a pesquisa mostra que o tempo médio de utilização diária destes gadgets nas crianças com idades entre os 0 e os 8 anos é de 15 minutos. Em 2011 era de 5 minutos.



Os autores do estudo defendem que uma utilização moderada destes gadgets, orientada para fins pedagógicos pode ter efeitos positivos ao tirar partido da apetência das crianças para a utilização de dispositivos com ecrãs de toque. A opinião contraria a recomendação da academia americana de pediatras que desaconselha o acesso a qualquer destes ecrãs (TV, PC ou telemóvel) até aos dois anos.



O estudo está disponível para download aqui.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.