É frequente no mundo do empreendedorismo enfatizar-se o sucesso na criação de um negócio, deixando no esquecimento as dificuldades com que os empreendedores se depararam ao longo do caminho. Por ver no “falhanço” uma oportunidade de aprendizagem que deve ser aproveitada no desenvolvimento de um novo negócio, a Bright Pixel vai lançar um capítulo sobre esta temática, inserido no programa Insert Coin.

“Ser empreendedor implica estar disposto a correr riscos, mas não significa saber tudo”, explica Celso Martinho para quem “a experiência é essencial para construir algo melhor”.

O CEO da company building studio explica que, através deste programa dedicado aos insucessos no empreendedorismo, quer incentivar o jovem talento a “juntar-se a nós”, bem como “desafiar os empreendedores que já falharam anteriormente a reerguerem-se e darem uso à sua experiência na construção de soluções que podem marcar o futuro e na partilha da sua aprendizagem com os que estão a começar”, explica.

A fundadora do evento World Failurists Congress, Sónia Teles Fernandes, será a embaixadora da Bright Pixel para o falhanço, algo que considera fazer parte do processo e que não pode ser estigmatizado, por se tratar de “uma fonte de informação para nos guiar em frente”. Porque, na realidade, “não é uma questão de se, mas de quando.

 A iniciativa arranca no dia 10 de outubro, às 18h30, na sede da Bright Pixel, no Chiado, e é gratuito e aberto ao público. As inscrições podem ser feitas aqui.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.