Os investigadores da IBM registaram mais de 9.100 patentes em 2018, assinalando o 26º ano consecutivo que a empresa fica em primeiro no registo de patentes nos EUA. A tecnológica liderou o sector no número de pedidos relacionados com a Inteligência Artificial (IA), Cloud, Segurança e Computação Quântica.

Na área da IA conseguiram-se 1.600 patentes, relativas a novas formas de utilização destas tecnologias para ajudar a comunicação entre as pessoas, bem como a analisar e proteger lagos e cursos de água do planeta. A IA também desempenhou um papel importante nas mais de 1.400 patentes de segurança atribuídas em 2018, incluindo o combate ao phishing de voz, refere-se numa nota enviada às redações.

Em redor do cloud computing, os investigadores registaram 2.000 invenções, incluindo uma patente de monitorização especializada para máquinas virtuais que adota uma abordagem que visa otimizar o isolamento e a segurança entre uma aplicação cloud e o seu gestor, para reduzir os tempos de implementação e melhorar desempenhos.

Também houve inovações na área do blockchain, com o registo de uma patente de um modelo para criptografar dados armazenados numa rede do género, assim como relacionadas com a computação quântica, incluindo uma nova forma de converter componentes em formato de miniatura para melhorar o desempenho de computadores quânticos.

As novas patentes foram concedidas a mais de 8.500 investigadores da IBM em diferentes Estados dos EUA e mais 48 países.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.