O Building Global Innovators é um dos 100 melhores programas de aceleração de startups tecnológicas a nível mundial e a 7º edição continua já esta sexta-feira no ISCTE. Das 211 candidaturas recebidas, apenas dez vão poder mostrar-se aos especialistas e investidores internacionais na sessão de networking do próximo dia 22, um evento que remata o "bootcamp" de aceleração intensivo que se iniciou no passado dia 18 de julho. A próxima fase contempla um apoio "in-kind" avaliado em mais de um milhão de euros.

Esta edição termina em novembro com o "demo day", em que o vencedor será premiado com 100 mil euros em investimento da Caixa Geral de Depósitos.

O lote de startups que amanhã se vai apresentar no ISCTE conta com cinco empresas portuguesas e com outras cinco estrangeiras – provenientes de Hong Kong, África do Sul, Brasil, Reino Unido e Dinamarca –, que desenvolveram projetos de áreas tão distintas como a saúde e os recursos humanos.

"O investimento é relevante, mas o mais importante que o BGI oferece, além do seu 'know how' acumulado ao longo de quase sete anos, é o seu programa de mentoring, o know who, a rede de contactos a que dá acesso e o acompanhamento que proporciona nos cino anos seguintes às empresas envolvidas," comentou Gonçalo Amorim, diretor do BGI, em comunicado.

O BGI, que conta com o apoio do ISCTE e do MIT Portugal, conta já com seis edições em que foram dadas 7.000 horas de mentoria e investidos 80 milhões de euros em 74 empresas diferentes.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.