A análise é do German Institute for Legal Questions on Free and Open Source Software, uma rede de advogados e especialistas legais que olhou para um conjunto de licenças de software open source e agora disponibiliza informação sobre as características de cada uma e os níveis de utilização a nível mundial.



A European Public License, cuja versão 1.1 foi publicada pela Comissão Europeia em 2009 e que está neste momento em processo de revisão - terminou recentemente uma consulta pública sobre o tema, é de acordo com esta avaliação a 7ª mais utilizada em todo o mundo. O instituto também defende que a EUPL tende a ser cada vez mais usada pelas administrações públicas para licenciar desenvolvimentos independentes.



A EUPL está disponível em 22 línguas e permite a reutilização do software a que é aplicada, bem como a sua melhoria e a partilha do código. É compatível com a GNU - General Public Licence usada em cerca de 60% do software de código aberto publicado e na versão revista deverá passar a ser compatível com outros modelos de licenciamento.



Na lista publicada pelo ifrOSS a segunda licença mais usada em todo o mundo é a GNU Lesser General Public License e a terceira é a Apache. Na mesma lista estão ainda outras opções, como a BSD, a Common Public License ou a licença da Mozilla. No site do instituto é possível ter acesso a informação detalhada sobre cada uma delas.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.